Grupo de Concertinas

 

 

     Ao que nos diz o professor Artur Fernandes, depois de em 1821 Buschman ter inventado a  Harmónica, em 1829 nasce o acordeão de uma fila, mais tarde o acordeão de duas filas e oito baixos, que passam a ter também a designação de “diatónicos”  quando aparece o “cromático”. Ora, estes instrumentos, entram em Montargil com a designação respectivamente de  harmónio de uma escala, de concertina e de acordeão.

     O  Grupo de Concertinas de Montargil, e para além dos tocadores de instrumentos populares de percussão, é constituído por José Alves Jacinto, de 85 anos, e que  não conhece uma nota de música; por Bernardo Fouto,19 anos, que vai frequentar o 2º ano da Universidade ESART, e por Gonçalo Fouto, 17 anos, no 8º ano do Conservatório de Torres Novas.

     Em “Harmónio de uma escala”, Bernardo e Gonçalo tocam “música tradional”; em “Concertina” os três tocam “música tradicional local”;

em Acordeão, Bernardo e Gonçalo, em  duo ou a solo, tocam "música popular, ligeira e eventualmente clássica".

 

 

O Grupo de Concertinas, é um grupo que essencialmente segue a mesma linha do RFM, tendo sido formado em 1989. Este grupo é composto por 7 elementos. 

 

Responsável pelo Núcleo: José Alves Jacinto

 

 

Galeria de Fotos e Vídeos: Grupo de Concertinas